Tribuna de Petrópolis

Texto A - A A +

Anderson Juliano fica ou sai

Por: Rogerio Tosta
06/11/2017
Compartilhar:

Nos bastidores políticos a aposta é quanto tempo vai durar no cargo o secretário de Educação, Anderson Juliano. Um dos motivos é o movimento dos profissionais de educação contra as medidas tomadas pela Prefeitura.

Há quem afirma que Anderson Juliano não é visto mais com bons olhos nem por funcionários que trabalham próximo ao seu gabinete. Se de um lado, há quem afirme que as medidas tomadas foram importantes e fundamentais, para os profissionais de educação ele começa a ser encarado como inimigo da Educação, o que pode gerar um desgaste ainda maior.

O descontentamento com o secretário vai além da Secretaria Municipal de Educação. Em algumas comunidades, pais de alunos estão se organizando para se opor as medidas tomadas pela Secretaria. Muitos pais contam com apoio de professores e outros profissionais da educação que estão se sentindo prejudicados por causa das medidas tomadas.

Enquanto isso, o prefeito Bernardo Rossi prefere não se manifestar publicamente, deixando as coisas acontecerem. Mas, políticos de plantão e de olho no governo, afirmam que é uma estratégia do prefeito, pois até o momento apenas o secretário tem sido alvo das críticas.

Um político ligado ao governo acredita que, enquanto as críticas não afetarem a imagem do prefeito, o secretário Anderson Juliano vai continuar no cargo, servindo como “bucha de ganhão”.

Veja mais no blog www.rogeriotosta.com.br

Esta apresentação reflete a opinião pessoal do autor sobre o tema, podendo não refletir a posição oficial do Jornal Tribuna de Petrópolis.