Tribuna de Petrópolis

Texto A - A A +

Estreia hoje em Petrópolis a peça “Iscariotes. A outra face”, de Carlos Vereza

20/04/2017
Compartilhar:
Divulgação

O Theatro D. Pedro será palco para o espetáculo “Iscariotes. A outra face”, um oratório livremente inspirado no evangelho apócrifo de Judas Iscariotes, escrito por Carlos Vereza. As apresentações estão marcadas para hoje, amanhã e sábado, às 19h, com classificação etária de 14 anos. A atração conta com o apoio do jornal Tribuna de Petrópolis. A história começa com um questionamento: O que é a verdade? Indagou Pilatos a Jesus. O Mestre silenciou. Em 178 d.C, o bispo Irineu de Lyon resolveu unificar a Igreja. Para tanto, determinou que somente quatro evangelhos narravam a verdadeira história de Jesus. Na época, haviam inúmeros textos considerados pelo bispo como heréticos. Entre eles, citou nominalmente o Evangelho de Judas.

“Neste monólogo, livremente inspirado no Evangelho de Judas Iscariotes – encontrado numa caverna no deserto Egipcio, perto de El Minya, em 1978, em idioma copta, não pretendo nem acredito que ele seja a versão definitiva de um acontecimento que mudou definitivamente a história da humanidade dois mil anos atrás. Tento, apenas, entender este Apóstolo tão estigmatizado nas narrativas canônicas, em um contexto sócio-político religioso da época”, acrescenta Carlos Vereza, um dos mais influentes e admirados artistas do teatro, televisão e também da literatura brasileira.

Com mais de 40 novelas, participação em filmes, minisséries e mais de 35 peças de teatro, Carlos Alberto Vereza de Almeida que, recentemente completou 78 anos, disse que escolheu Petrópolis para estrear sua obra porque tem uma grade relação afetiva com a cidade. “Eu conheci Petrópolis aos 12 anos de idade, quando vinha visitar uma tia e, desde então, nunca mais deixei esse lugar. O cheiro que eu sentia subindo a Serra, semelhante ao do “vick vaporub”, está registrado até hoje na minha memória sensitiva”, declarou. Para desenvolver a obra que será apresentada neste fim de semana, Vereza pesquisou e estudou o evangelho de Judas por mais de três anos.

“Esse evangelho é muito diferente daqueles canonizados. Esse documento mostra que Judas realmente traiu Jesus, mas num contexto completamente diferente. Ele pensava que entregando Jesus, o povo não deixaria ele ser preso, e que tomando essa atitude Jesus seria libertado e colocado no trono. Ele acreditava que o povo salvaria Jesus. Mas isso não aconteceu. O povo se calou e Jesus foi crucificado”, detalhou. 

A descoberta do evangelho de Judas, conforme contou Vereza, acabou surpreendendo o mundo teológico “Lá diz que Judas era o apóstolo preferido de Jesus. Fica claro o quanto ele era querido. É preciso inserir essa traição no contexto em que se vivia”, completou, frisando: “Eu não acredito em acaso!”. Os ingressos já estão à venda na bilheteria do Theatro D. Pedro no valor de R$ 70 (inteira) e R$ 35 (meia), para estudante com carteirinha, professor com comprovante, e pessoas acima de 60 anos.

Veja Também

Atrativos ficarão abertos no feriado de Tiradentes e São Jorge

Moradores e turistas da cidade poderão desfrutar de mais dois feriados nesta sexta-feira (21), de Tiradentes, e domingo (23.04), Dia de São Jorge,... Leia mais >>

Geek & Game Rio Festival começa na sexta-feira

Com objetivo de levar ao público todas as novidades da Geek & Game Rio Festival (GGRF), que acontece entre os dias 21 a 23 de abril no Riocentro, o... Leia mais >>

Atrações diversificadas prometem agitar o feriado prolongado em Petrópolis

No feriado prolongado de Tiradentes o público terá ótimas opções de lazer em Petrópolis. A semana já começa animada com a "Saideira do... Leia mais >>

Quase 3 mil pessoas já assistiram velozes e furiosos em Petrópolis

A estreia mundial do filme Velozes e Furiosos 8 foi realizada na última quinta-feira, dia 14 de abril e muitas sessões se esgotaram em todo o... Leia mais >>