Tribuna de Petrópolis

Texto A - A A +

CRÍTICA - Homem-Aranha - De volta ao lar

Por: Tribuna / Pop Fun
30/10/2017
Compartilhar:
Reprodução Internet

Ao ser introduzido no já existente universo Marvel (após acordo com a Sony, que detém os direitos do personagem nas telonas) em "Capitão América - Guerra Civil" (2015), o Homem-Aranha trouxe consigo, uma questão de suma importância para os fãs do teioso; será que dessa vez vai? 

Em pouco menos de 10 minutos em tela, sua participação extraordinária foi o suficiente para nos deixar com gostinho de quero mais, principalmente, após a cena pós-crédito que era dedicada ao personagem.

No longa de Jon Watts, (do tenso "A viatura", com Kevin Bacon), vemos um Peter Parker às voltas com a vida no colégio, as descobertas e os desafios da adolescência, enquanto age como o "amigão da vizinhança". Aliás até, o Queens retratado no longa, assim como nas HQs, tem orgulho de seu ilustre cidadão, que ganhou fama por suas incursões registradas no Youtube, e atos de bondade típicos de alguém preocupado com o próximo.

Anos Dourados

A versão mais jovial e bem situada não só de Peter, mas também, de seu núcleo escolar, merecem destaque. Especialmente, Jacob Batalon, intérprete de Ned Leeds (que traz um destino macabro consigo nos quadrinhos), melhor amigo e escudeiro fiel de Peter em todos os momentos do longa.

A dupla, encara diversos apuros, sejam nos corredores e salas de aula, ou também, nos momentos de ação. Estão lá : a paixão juvenil, o bully invejoso, a amiga inteligente e sagaz, além da temida detenção escolar. Ingredientes o suficiente para fazerem deste período, algo familiar para qualquer geração. Homenagens à filmes do gênero, das décadas de 80 e 90 estão muito bem inseridas na tela. Vale a pena ficar atento.

Voltando as atenções para outra direção, Marisa Tomei, está segura e muito à vontade como a Tia May, ou May, deixando claro, o elo quase maternal com Peter, sem a necessidade de novamente revisitarmos seu passado e situações traumáticas.  Ponto para a direção, que de forma sutil, conduz o fio da trama, sem perder o foco na mensagem principal.

Alerta de spoiler !!!

Como foi evidenciado desde a concepção temática da história do longa, o Homem-Aranha é acolhido e tutoriado por Tony Stark (Robert Downey Jr. em outro show à parte), que entende, que por estar em período de transição em sua vida, deve ater-se ao seu redor, sem envolver-se com questões maiores, como ser parte dos Vingadores, algo tão desejado por um ansioso adolescente.

Tais embates entre os heróis rendem excelentes diálogos, que mostram que por muitas vezes, devemos ser pacientes e sabermos esperar pela melhor oportunidade, ao invés de apressar os fatos.

O mesmo acontece entre o Aranha e o Abutre, alter-ego de Adrian Toomes (Michael "Batman" Keaton), com o último justificando sua vilania como meio para sobrevivência. Em todos os encontros, sempre existe algo de um que matura o outro, fazendo ser esta talvez, a melhor relação entre herói e vilão até o momento .

Existem sim, cenas pós-créditos; duas mais precisamente, que valem sua atenção. Diferentemente do sub-título, não daremos nenhum spoiler, pois a experiência de rever o aracnídeo em tela deve ser aproveitada ao máximo, como a própria adolescência.

O futuro MARVEL/SONY

Todas as referências e easter-eggs estão lá, (Cindy Moon - a Silk, menção breve a Milles Morales, e um conhecido vilão da galeria do aracnídeo, entre muitos outros pontos), para os olhos mais atentos, inclusive na reta final do filme, onde fica claro qual será o desfecho do herói a partir deste ponto.

As conversas entre MARVEL e SONY parecem apontar que, com o sucesso do longa, ambos sejam parceiros por pelo menos mais 3 ou 4 longas. Esperamos que possa ser por bem mais, pois a chamada "Era de Prata" dos quadrinhos finalmente chegou às telas, e a "Volta ao lar" deixou isso bem claro.

Nota : 10

Sinopse oficial : 

O jovem Peter Parker/Homem-Aranha (Tom Holland), que fez sua estreia em Capitão América: Guerra Civil, começa a lidar com a sua recém-descoberta identidade como o super-herói Cabeça de Teia, em Homem-Aranha: De Volta ao Lar. Entusiasmado com sua experiência com os Vingadores e sob o olhar atento de seu novo mentor Tony Stark (Robert Downey Jr.), Peter retorna à casa onde vive com sua Tia May (Marisa Tomei). 

Distraído por pensamentos de provar ser mais do que apenas o Homem-Aranha, amigo da vizinhança, ele tenta se readaptar à sua rotina, mas quando o Abutre (Michael Keaton) emerge como um novo vilão, tudo o que Peter considera mais importante em sua vida será ameaçado. 


Informações técnicas

Título : Homem-Aranha : De volta ao lar  

Duração : 2h 13m

Direção : Jon Watts

Elenco : Tom Holland, Robert Downey Jr., Michael Keaton, Marisa Tomei, Laura Harrier, Zendaya, Jacob Batalon, Donald Glover, Jon Favreau, Logan Marshall-Green

Gênero : Ação / Aventura

Co-Produção : Sony Pictures/Marvel Studios/Pascal Entertainment