Tribuna de Petrópolis

Texto A - A A +

Escola oferece meditação gratuita em Petrópolis

09/03/2017
Compartilhar:
Foto divulgação

A cada dia que  passa fica mais nítido que o ser humano vive em um mundo que investe cada vez mais em produzir captura e dependência. Consumir é a palavra chave. Como se pode produzir espaços vivenciais que nos libertem  dessa verdadeira possessão coletiva  que estamos submetidas? Como construir linhas de fuga no território minado pelo espírito do capital? A meditação pode ser um caminho. 

A partir destas questões, a Asbamtho, uma escola de terapias holísticas que desde 1984 presta atendimento aos moradores de Petrópolis, além de formar profissionais para área de saúde, mais precisamente em terapias holísticas, disponibiliza para a população meditação no seu espaço no centro da cidade. 

A prática, que acontece sempre às terças feiras, a partir das 18h, pontualmente, é aberta a qualquer pessoa interessada. Não é necessário pré-requisito e nem é cobrada nenhuma taxa de participação. 

"O objetivo da meditação é melhorar a qualidade de vida individual e do planeta, por isto disponibilizamos esse valioso instrumento de transformação de si e do mundo. As  meditações dinâmicas, criadas pelo Mestre Indiano Osho e os seus discípulos, além do  Zazen, meditação da escola zen budista, fornecem elementos para vivermos uma vida mais dinâmica e tranquila, no mesmo momento", explica o diretor da escola Donati Caleri, afirmando que meditar, no contemporâneo, é um desafio de viver  com mais  potência. 

"Assim como realizamos limpeza e desintoxicação nos aspectos mais densos dos nossos corpos, na meditação produzimos, inicialmente, uma limpeza nos aspectos mais sutis do nosso corpo, também conhecidos no ocidente com o nome de mente. As meditações tendem a produzir um alinhamento entre o ato de pensar, falar e agir, trazendo mais segurança e tranquilidade para todos que a praticam, bem como, melhorando a saúde", informa Donati. 

A Asbamtho fica na Galeria Gelli, na Rua 16 de Março, nº 155, sala 504, no centro. Mais informações pelos telefones (24) 98109-8756 ou (24) 2242-0112.