Tribuna de Petrópolis

Texto A - A A +

Faculdade petropolitana celebra seus 50 anos com simpósio gratuito

08/11/2017
Compartilhar:
Foto: Reprodução Internet

Nos dias 10 e 11 de novembro, a FMP/Fase vai promover o Simpósio “A Academia na Serra”, em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz e a Academia Nacional de Medicina. O encontro, gratuito e aberto ao público, tem o objetivo de celebrar os 50 anos da Faculdade de Medicina de Petrópolis e vai oferecer aprimoramento multidisciplinar para todos os profissionais que atuam na área da saúde, ressaltando a importância do trabalho de equipes multiprofissionais em prol da saúde da população.    

Paulo Saldiva, médico especialista em poluição atmosférica, e o neurocirurgião Paulo Niemeyer Filho estão entre os palestrantes renomados nas áreas da medicina e da pesquisa biomédica do Brasil, que já confirmaram presença. Ex-alunos da instituição foram convidados para participar ativamente do Simpósio, coordenando mesas e debates. 

“Esse é um dos principais eventos da área da saúde que será promovido na Região Serrana, pois conta com a participação de membros da Academia Nacional de Medicina e de profissionais de notório saber, que falarão sobre as novidades na área médica. É uma oportunidade única para todas as pessoas que atuam na área de saúde, pois haverá rica troca de conhecimentos”, explica o médico pediatra e infectologista Paulo Cesar Guimarães, diretor da Faculdade de Medicina de Petrópolis. 

O evento que celebra o Jubileu de Ouro da FMP também vai reunir residentes e alunos da Faculdade de Medicina de Petrópolis (FMP/Fase) que vão participar ativamente do simpósio, através das ligas acadêmicas da faculdade.  

“Vamos continuar comemorando os 50 anos da FMP até o final do ano, mas esse evento é o ápice das nossas comemorações pelo valor cultural que ele tem. Além disso, o Simpósio ressalta a importância da FMP, que tem a nota máxima do MEC. Nossos alunos estão sendo estimulados a participar do evento, pois é importante que tenham referências de profissionais que atuam na área de saúde e possam vislumbrar a especialidade que vão seguir quando estiverem formados” salienta o diretor da Faculdade de Medicina de Petrópolis. 

Temas como “A evolução do ensino médico a partir do exemplo da anatomia”; “Viroses emergentes e reemergentes transmitidas por vetores”; “A reprodutibilidade de resultados na pesquisa biomédica”, “A tuberculose nos tempos atuais: de novo uma ameaça?”; “Atualidades em Urologia”; “O médico que somos, é o melhor que podemos ser? ”; “O impacto da infeção pelo vírus Zika”; “Depressão e suicídio”, dentre outros, serão abordados no evento. A programação completa e outras informações podem ser acessadas no site: www.fmpfase.edu.br.