Tribuna de Petrópolis

Texto A - A A +

HPV: vacinação continua em 14 postos

31/08/2017
Compartilhar:
Foto: Reprodução Internet

Devido à grande procura por jovens de 15 a 26 anos nas unidades de Saúde para imunização contra o HPV, a Secretaria de Saúde do Estado do Rio determinou que novas doses com vencimento em fevereiro de 2018 fossem disponibilizadas para o novo público-alvo. No município, há 1.400 doses para aplicação. Após a finalização do estoque, a imunização voltará a ser destinada apenas a adolescentes. A ampliação da faixa etária ocorreu em todo o Brasil, por determinação do Ministério da Saúde, no último dia 21 para doses com previsão de validade em agosto. Em Petrópolis 2.490 pessoas foram vacinadas em menos de duas semanas.

As doses contra HPV estão disponíveis em 14 unidades de saúde com rotina de vacinação, de 9 às 16 horas -  com intervalo de 1 hora de almoço. Nas UBS do Retiro, Quitandinha e Itamarati a população pode se vacinar até as 19h30. A meta é aumentar o número de pessoas protegidas contra o vírus, que é um dos responsáveis pelo desenvolvimento do câncer de colo de útero nas mulheres e cujo contágio ocorre também pela relação sexual.

A diretora do Departamento de Vigilância em Saúde Elisabeth Wildberger, explica que a imunização dos adultos ocorrerá em três fases – no dia da vacinação, dois meses após a primeira dose e seis meses após a primeira dose. Ela reitera que após a aplicação, os adultos que se imunizarem poderão retornar às unidades para receber outras doses previstas no esquema de vacinação.

“A imunização contra o HPV pode ajudar na prevenção ao câncer do colo de útero, pênis, ânus e garganta. É de grande importância que os adolescentes e a população que se enquadra nesta nova faixa etária se imunizem. Estamos evitando o desperdício das doses, já que a adesão à campanha está em baixa em todo o Brasil”, alerta Elisabeth Wildberger.

A campanha contra o HPV foi adotada em todo o Estado do Rio de Janeiro pelo SUS e, posteriormente, por outros estados e pelo Ministério da Saúde, após a publicação da Lei 6.060/11 de autoria então deputado estadual, hoje prefeito, Bernardo Rossi.

A imunização para os meninos passou a ser disponibilizada no Sistema Único de Saúde (SUS) em janeiro deste ano, contemplando inicialmente os meninos de 12 e 13 anos. Até o ano passado, era feita apenas em meninas. O Ministério da Saúde ampliou a faixa etária da imunização em junho deste ano, passando a aplicação das doses em meninos de 11 até 15 anos incompletos. Também terão direito a vacina, a partir de agora, homens e mulheres transplantados e pacientes oncológicos em tratamento de quimioterapia e radioterapia.

Vacinação em adolescentes segue normalmente nas unidades

A vacina contra o HPV faz parte do calendário de vacinação e continua sendo oferecida normalmente aos adolescentes. Devem ser vacinados: meninas dos 9 aos 14 anos e os meninos dos 11 aos 14 anos, em ambos os casos, o esquema vacinal prevê a aplicação de duas doses, com um intervalo mínimo de seis meses e máximo de 12 meses entre a primeira e a segunda dose. Atualmente há 1.646 meninas e meninos protegidos contra o vírus no município, mas a estimativa é que 18 mil sejam vacinados. 

 “A vacina protege contra quatro subtipos de HPV, sendo dois responsáveis por 70% dos casos de câncer do colo do útero, que é a terceira causa de morte de mulheres no Brasil. O vírus pode provocar também casos de câncer de pênis, ânus e garganta. A vacina é segura, não há contraindicação, o que ela pode provocar de reação é uma febre leve e a região ficar um pouco dolorida como pode ocorrer em qualquer outra aplicação de vacina. Gestantes não podem ser vacinadas, mas mães que estiverem amamentando podem tomar a vacina”, explica a coordenadora da Epidemiologia, Alessandra Cardoso.

 Lista dos postos de Saúde e demais locais de vacinação:

*Atendimento de 9h às 16h – com intervalo de 1 hora de almoço 

Instituto da Mulher (antigo Centro de Saúde) - Rua Santos Dumont, S/Nº

PSF Alto da Serra - Rua Teresa, 2.024 (Praça Miguel Couto)

PSF São Sebastião - Rua São Sebastião nº 625

UBS Alto Independência - Rua Ângelo João Brand s/n

Ambulatório Escola - Rua Bernardo Proença nº 32

Hospital Alcides Carneiro - Rua Vigário Corrêa, 1.345

UBS Morin - Rua Pedro Ivo, n.º 81 – Morin

UBS Itaipava - Estrada Philúvio Cerqueira Rodrigues s/n

UBS Pedro do Rio - Estrada União e Indústria s/n

PSF Posse - Estrada União de Indústria nº 33.530

Coordenação Epidemiologia - Hospital Municipal Nelson de Sá Earp - Rua Paulino Afonso, 455.

*Atendimento de 9h às 19h30 – Com intervalo de 1 hora de almoço 

UBS Quitandinha - Rua General Rondon nº 400

UBS Retiro - Av. Barão do Rio Branco s/n 

UBS Itamarati - Rua Hívio Naliato nº 169