Tribuna de Petrópolis

Texto A - A A +

Investigação de políticos citados em delações pode durar até 5 anos no STF

Por: Agência Brasil
13/04/2017
Compartilhar:
Agência Brasil
Os inquéritos abertos pelo Supremo Tribunal Federal (STF) para investigar políticos citados nas delações premiadas de ex-executivos da Odebrecht podem levar pelo menos cinco anos e meio para chegar a uma conclusão. O tempo é estimado pela FGV Direito Rio para que um processo criminal envolvendo autoridades com foro privilegiado seja finalizado.

Cadastre-se gratuitamente ou faça o login utilizando as redes sociais para ler 15 matéria(s) por mês ou faça uma assinatura digital para ter acesso livre à todas as edições da sua Tribuna digital.


Veja Também

Lava Jato completa três anos de investigações com 260 acusados criminalmente

Nesta sexta-feira (17), a maior operação de combate à corrupção e à lavagem de dinheiro do país completa três anos. Tudo começou com quatro... Leia mais >>

Lava Jato de Petrópolis: ex-vereador e assessores vão responder por lavagem...

A força tarefa formada pelo Ministério Público Estadual do Rio de Janeiro (MPERJ), a Polícia Civil e o Judiciário que investiga o esquema de... Leia mais >>

Moro condena Delúbio e mais quatro em processo da Operação Lava Jato

O juiz federal Sergio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba, condenou hoje o ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares a cinco anos de prisão em regime... Leia mais >>

Polícia Federal deflagra nova fase da Operação Lava Jato

A Polícia Federal deflagrou hoje(23) a Operação Blackout - a 38ª fase da Operação Lava Jato. Foram cumpridos, no Rio de Janeiro, 15 mandados de... Leia mais >>

Edson Fachin é sorteado novo relator da Lava Jato no Supremo

O ministro Edson Fachin foi sorteado hoje (2) novo relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF). Ele agora ficará responsável por... Leia mais >>

João Santana, mulher e mais quatro pessoas são condenados na Lava Jato

O juiz federal Sérgio Moro condenou nesta quinta-feira (2) o ex-marqueteiro do PT, João Santana, a oito anos e quatro meses de prisão pelos crimes... Leia mais >>

Janot pede ao Supremo urgência para definir novo relator da Lava Jato

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu hoje (24) ao Supremo Tribunal Federal (STF) urgência na decisão sobre a escolha do relator... Leia mais >>