Tribuna de Petrópolis

Texto A - A A +

Itaipava terá ecoponto para coleta de recicláveis

13/11/2017
Compartilhar:
Foto: Divulgação

Fazer a coleta seletiva vai ficar ainda mais fácil com a inauguração do segundo ecoponto da cidade, que vai ficar no Parque de Exposições, em Itaipava. Os moradores dos distritos não vão mais precisar de grandes deslocamentos para levar os resíduos que podem ser reciclados e ainda obter descontos na conta de luz. O local já está praticamente pronto e falta apenas os últimos acertos para a ampliação do trabalho que já é realizado também na Mosela. 

Participar é bem simples. Os clientes da concessionária de distribuição de energia poderão levar os materiais reaproveitáveis ao ecoponto todos os dias, de 8h às 17h – no horário de funcionamento do Parque que fica na Estrada União e Indústria, 10.000. Na primeira vez, basta levar uma conta, onde é possível saber o número do cliente. Com isso, é feito o cadastro e o cartão onde serão registrados os descontos na fatura. A partir da segunda entrega dos recicláveis, é só levar o cartão. O desconto será calculado na hora e virá na próxima conta

“Esse é um projeto que já vem funcionando muito bem na Mosela, com mais de 700 participantes, com quase 50 toneladas coletado esse ano. E agora vai dar a chance de mais pessoas se envolverem neste trabalho, que é bom para o meio ambiente e também para o bolso”, afirma o presidente da Comdep, Wagner Silva. 

Mas quais são os materiais recicláveis? Basicamente, existem dois caminhos para saber o que pode ser levado para o ecoponto. O primeiro é diferenciar o que é lixo orgânico do resíduo seco. Lixo orgânico são os alimentos. Cascas de frutas e legumes, por exemplo, não são recebidos no ecoponto. O local recebe o material seco, ou seja, papel, plástico, vidro emetal. A única exceção nessa regrinha é o óleo de cozinha, que também podem ser trocados por desconto na conta de luz. 

“Outra maneira é procurar nas embalagens o símbolo da reciclagem, é o desenho de um triângulo com três setinhas. Por lei, todos os produtos que podem ser reciclados tem que ter esse símbolo. Aí fica mais fácil saber se aquele material pode ser levado para o ecoponto”, explica a coordenadora de educação ambiental da Comdep, Jussara GattoJusten. Esse símbolo com as três setas representa o caminho que um material percorre no mundo: a primeira representa indústria que fabrica o produto; a segunda, o consumidor que faz o uso dele; e a última, o retorno desse resíduo para a cadeia produtiva (através da reciclagem). 

É importante ficar atento quanto a separação dos materiais – que não devem ser entregues juntos (papel tem que estar separado do papelão, do plástico, do vidro, etc.) – e quanto à limpeza dos materiais que serão entregues. Materiais sujos podem acabar sendo contaminados e impedir a reciclagem, que o grande motivo do trabalho. 

“As caixinhas de leite, por exemplo, que são feitas de tetra pak, podem ser reaproveitadas. Mas não é só esvaziar e levar para o ecoponto, porque sempre sobra um pouco de leite que pode mofar a caixinha ou gerar bactérias que são resistentes. Para resolver isso, basta abrir a caixinha e lavar com água”, diz a gestora ambiental, Monik Cornelsen, que também trabalha na área de educação ambiental da Comdep. 

Os potes de manteiga são outro exemplo que material que também podem ser reciclados, mas senão forem limpos, a gordura nas embalagens pode contaminar os outros produtos que estiverem juntos. Uma dica é já limpar os produtos assim que acabar de consumir o que estava embalado e fazer a separação ao mesmo tempo. 

Um estudo do ano passado da Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe) mostrou que, em média, cada pessoa no Rio de Janeiro gerou 1,3 kg lixo por dia. E grande parte do que é jogado nas lixeiras pode ser reaproveitado. Fazer a coleta seletiva é uma forma de contribuir para a preservação do planeta. Uma garrafa pet descartada de maneira errada pode demorar mais de 500 anos para decompor. Uma latinha de alumínio, pelos menos 100 anos. Ao reaproveitar estes e outros materiais, solo, ar e água deixam de sofrer com a poluição e isso contribui para o planeta manter os recursos naturais disponíveis. 

Resíduos que podem ser levados para o ecoponto

Papel e papelão; garrafas de plástico de refrigerante (garrafas pet); latas de cerveja e refrigerante; embalagens tipo longa vida; embalagens de vidro (garrafas de cerveja, refrigerantes, copos, vidro de café solúvel, aguardente,etc); ferros em geral; plásticos (embalagens de detergente, água sanitária, margarina, copos,etc).