Tribuna de Petrópolis

Texto A - A A +

HST atendeu 115 vítimas de acidentes em janeiro

08/02/2017
Compartilhar:

De acordo com dados do Hospital Santa Teresa (HST) em janeiro desde ano, 115 pessoas foram encaminhadas para a unidade de saúde após se envolverem em acidentes de trânsito. Destas 59 precisaram ficar internadas. Os dados são referentes ao Sistema Único de Saúde (SUS) e a convênios. Isso significa que são registradas em média 3,7 vítimas por dia em Petrópolis. Os primeiros socorros foram prestados pelo Corpo de Bombeiros, Concer, Samu, e também por meios próprios. 

Apesar de ser alta, a estatística não sofreu grande alteração se comparada ao mesmo período do ano passado quando foram realizados 105 atendimentos, cerca de 3,3 por dia. Mas um levantamento feito pelo (HST) mostra que, desde 2014 à 2016, houve um aumento de 30% do número de pessoas que sofreram acidentes de moto, carro e atropelamentos. Segundo as informações entre janeiro e novembro do ano passado, 888 pessoas deram entrada no hospital, após serem vítimas acidentes de trânsito. Em 2014, no mesmo período, foram 682 e, em 2015, 855. Os dados revelam ainda que a maioria dos acidentados são homens.

Em 2017 os atendimentos realizados pelo Corpo de Bombeiros totalizam: 79. Já da Concer, Concessionária que administra a Rodovia BR-040, fez 26 atendimentos, enquanto o Samu fez 4 e por meios próprios, quando a vítima é levada por terceiros, 6. Os acidentes de moto continuam fazendo o maior número de vítimas em Petrópolis. O HST é referência em procedimentos de média e alta complexidade. Por este motivo, é que  recebe os pacientes mais graves do município, que são atendidos via SUS. O atendimento a pacientes do SUS representa 42% da demanda do hospital e que só em 2016, foram realizadas 2.701 internações, 12.757 atendimentos ambulatoriais, 2.108 exames, 1.542 procedimentos de hemodinâmica e 236.113 exames /SADT.