Tribuna de Petrópolis

Texto A - A A +

Novo sistema de estacionamento nas ruas de Petrópolis começa a funcionar

01/03/2016
Compartilhar:
Foto Francisco Xavier

O sistema de estacionamento rotativo de Petrópolis começa a funcionar hoje. O modelo, operado pela empresa Sinalpark, utiliza o parquímetro, equipamento eletrônico de autoatendimento. Numa primeira fase, 22 equipamentos poderão ser utilizados pelos motoristas para pagamento do estacionamento e recarga do cartão do rotativo. Além dos equipamentos, 39 controladores da empresa estarão nas ruas, orientando os motoristas, esclarecendo dúvidas sobre o equipamento e também vendendo os cartões de estacionamento. Na primeira fase, 28 vias do Centro terão o rotativo funcionando, totalizando 1.046 vagas. Além dos controladores da empresa, 20 funcionários da Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes (CPTrans) irão atuar na orientação da população em relação ao funcionamento do novo sistema.

 O presidente da CPTrans, Fernando Badia, lembrou que o sistema irá otimizar o uso das vagas de estacionamento nas ruas da cidade. “O novo sistema irá estimular a rotatividade nas vagas de estacionamento. Com o novo rotativo, adotando um modelo que já funciona em diversas cidades do Brasil e do mundo, vamos garantir maior conforto para os motoristas, democratizando, efetivamente, o uso dos espaços públicos”, explicou Badia, explicando que, nestes primeiros dias, haverá uma grande ação de orientação. “É importante que consigamos dirimir as dúvidas da população. Com o novo sistema, são vários os meios de aquisição do cartão de estacionamento, e não apenas o controlador e os pontos de venda, como acontecia até agora”, frisou.

 O novo modelo irá ampliar e facilitar as formas de pagamento: Com o novo sistema, será possível comprar diretamente com os controladores, nos parquímetros (com moedas ou com cartão), nos pontos de venda ou, ainda, por meio de compra virtual.

  Como funciona

Um dos principais meios de pagamento do rotativo é o parquímetro – equipamento eletrônico de auto-atendimento, onde o próprio motorista digita a placa do carro e o tempo que permanecerá no local. A pessoa pode inserir moedas ou cartão eletrônico, que pode ser adquirido na sede da empresa Sinalpark (Estação Rodoviária do Centro), na CPTrans, nos pontos de venda fixos ou ainda com os controladores do novo Rotativo EstaR.

 Outra opção é consultar os controladores: eles estarão com equipamento portátil, homologado pelo Denatran, para realizar a cobrança do estacionamento. Este equipamento será utilizado também para registrar a situação dos veículos estacionados, através de imagens.

 O motorista também pode optar pelos canais virtuais, como internet (www.estarpetropolis.com.br), aplicativos para smartphones (DigiPare), central de atendimento por telefone (0800 941 3444) ou ainda SMS (27317). Nestes casos, é necessário, antes, fazer um cadastro no site www.estarpetropolis.com.br. Nele, é possível comprar créditos virtuais, utilizando o cartão de crédito. Ao estacionar seu veículo, basta seguir as orientações dadas no ato do cadastramento, para que o valor do estacionamento seja deduzido da conta.

 Outra mudança é que, com o novo sistema, será possível optar por frações menores de tempo, em intervalos de 10 em 10 minutos (respeitando o bilhete mínimo de 30 minutos), com valor proporcional. A compra está limitada em quatro horas por vaga. Ou seja: se o usuário estimar sua necessidade de tempo em 30 minutos poderá comprar o valor proporcional à Tarifa Básica que resultará no pagamento de apenas R$ 1,50, quando antes, apenas teria a opção de comprar um bilhete de R$ 3.

 O valor pela hora estacionada continuará o mesmo: nas ruas, custará R$ 3, e, no estacionamento rotativo fechado da Rua do Imperador, R$ 4.