Tribuna de Petrópolis

Texto A - A A +

Petrópolis registra até 5 estupros por mês

Por: Rebeca Gehren
13/06/2016
Compartilhar:
Foto divulgação
Em um mundo onde é maior a probabilidade de que mulheres de 15 a 44 anos morram vítimas de estupro e violência doméstica do que de câncer, acidentes de carro, guerras e malária – de acordo com dados do Banco Mundial –, o caso do estupro coletivo de uma menina de 16 anos no Rio de Janeiro fez o país se voltar para uma questão social que, infelizmente, abafada e silenciada na maioria dos casos, está longe de ser “matéria vencida”. É preciso falar, falar, falar até que não aconteça mais.
Em Petrópolis, só neste ano foram registrados 21 casos de estupro nas delegacias, uma média de cinco casos por mês, de acordo com estatísticas (até abril) do Instituto de Segurança Pública (ISP). Porém, infelizmente, é bem provável que o número de violência contra a mulher seja bem maior. Especialistas acreditam que apenas 10% das vítimas vençam todas as dificuldades psicológicas e sociais e façam a denúncia à polícia.

Cadastre-se gratuitamente ou faça o login utilizando as redes sociais para ler 15 matéria(s) por mês ou faça uma assinatura digital para ter acesso livre à todas as edições da sua Tribuna digital.