Tribuna de Petrópolis

Texto A - A A +

Orquestra Sinfônica Cesgranrio abre o Festival de Inverno da Dell'Arte amanhã

06/07/2017
Compartilhar:
Foto: Divulgação

A Catedral de São Pedro de Alcântara se prepara para mais uma vez abrigar a abertura de gala do Festival de Inverno de Petrópolis, promovido pelo Instituto Dell’Arte, ao som da Orquestra Sinfônica Cesgranrio e com participação especial do Coral dos Canarinhos de Petrópolis, amanhã (07), às 20 horas, com entrada gratuita. Quem rege a OSC é o maestro Eder Paolozzi e o Coral, o maestro Marco Aurélio Lischt. O repertório que promete encantar a plateia inclui obras consagradas de Beethoven, Mozart e Haendel. Para a “Campanha da Solidariedade”, ação social presente em todos os anos do evento, solicita-se ao público a doação de um alimento não perecível. O material arrecadado será repassado a instituições filantrópicas da cidade.

A Orquestra Sinfônica Cesgranrio  foi criada em 2015 pela Fundação Cesgranrio, com o objetivo de oferecer aos jovens a possibilidade de formação musical e artística, proporcionando o desenvolvimento pessoal, criando possibilidades de profissionalização, agregando desta forma novos talentos com oportunidade de se desenvolverem. Seu corpo de músicos é formado por jovens estudantes de cursos universitários e técnicos do mundo musical. O trabalho também consiste em divulgar a música erudita e investir na formação de novas plateias. A OSC vem participando de inúmeros eventos, entre eles, o Festival Internacional de Fagote UFRJ-USP, Festival Internacional Villa Lobos, realizado na Venezuela e no Festival Mimo (Rio e Paraty).

Eder Paolozzi, regente titular da Orquestra da Fundação Cesgranrio é considerado um dos principais protagonistas do cenário de renovação da música clássica do Rio. É formado em regência, composição e piano pelo Conservatório Giuseppe Verdi, na Itália e, em violino, peloTrinity College of Music, na Inglaterra. No Brasil, teve como mestre o maestro Isaac Karabtchevsky. Foi regente da Orquestra Sinfônica de Barra Mansa, considerada uma das mais importantes orquestras de projetos sociais do país. Regeu como convidado a orquestra Petrobras Sinfônica, e as Orquestras Sinfônicas da Bahia, do Recife, de Porto Alegre e de Heliópolis. Atuou como maestro também na Inglaterra e na Itália, regendo a World Youth Orchestra, a Orchestra Giovanile Luigi Cherubini e a Orchestra Reino di Aragon. Em 2013 foi premiado no Festival Musica Riva, na Itália, quando foi convidado para reger na Armênia a State Youth Orchestra of Armenia.


Reconhecido internacionalmente como referência no Brasil pelo seu alto nível de preparação técnica, o Coral dos Canarinhos de Petrópolis, comandado pelo maestro Marco Aurélio Lischt, especializado em música sacra, leva em sua bagagem de 75 anos de história a formação de quase três mil meninos cantores, a gravação de 18 CDs e uma série de concertos no exterior, em países como: Alemanha, Venezuela, Argentina, Itália e Estados Unidos. Dois dos seus álbuns, “O vinde ver já nasceu” e o “Christus est Natus” foram lançados no Brasil e na Alemanha.

Em seu histórico, muitas apresentações, entre elas, quando por três vezes cantaram para o Papa João Paulo II, (1980, 1997 e 2000), no Brasil e na Itália; no Palácio Quitandinha com a Orquestra Filarmônica de Petrópolis, (2009); no Projeto Aquarius, com a Orquestra Petrobras Sinfônica e a Orquestra Sinfônica de Porto Alegre, na praia de Copacabana, (2005) e no projeto “+ Criança” durante a “Rio + 20”, (2012).

O Instituto Dell’Arte promove o 17º Festival de Inverno de Petrópolis em parceria com a Prefeitura Municipal de Petrópolis, TurisPetro, Instituto Municipal de Cultura e Esportes, Fundação CESGRANRIO e SESI, e apoio da Escola de Música da UFRJ – Universidade Federal do Rio de Janeiro. O patrocínio é de Águas do Imperador.