Tribuna de Petrópolis

Texto A - A A +

Para não perder a dieta: Receitas típicas de São João Light

Por: Thaciana Ferrante
25/06/2017
Compartilhar:
Fotos: Divulgação

Cheirinho de canjica no forno, pé de moloque a postos na mesa, quentão e outros drinks prontos para aquecer contra o frio, salsichão salpicando na chapa, alguns até besuntados naquela farofa que dá um toque especial ao prato típico. Sim, estamos em clima de Festa Junina! Nesta época do ano pipocam festas em comemoração a data na casa de amigos, parentes, confraternizações no trabalho, e por ai vai. E, o que a maior parte das pessoas faz é literalmente “enfiar o pé na jaca”. Come-se muito, e as vezes mal, durante todo o mês. Normalmente com a desculpa de que os festejos são apenas uma vez por ano. 

Mas o que fazer com os quilos a mais e a sensação de mal estar quando a ingestão de muitos alimentos gordurosos passa do limite? A única alternativa é procurar um especialista que possa auxiliar em uma dieta de desintoxicação, ao menos para aliviar parte dos sintomas, e conseguir perder os quilos adquiridos em tão pouco tempo. Apesar disso, segundo a nutricionista da Faculdade de Medicina de Petrópolis (FMP/Fase-RJ), Brigitte Olichon, o ideal é evitar os excessos.

A dica é optar por receitas típicas de São João, porém feitas de forma mais saudável. A especialista indicou o modo de preparo de três iguarias tradicionais como canjica, curau e quentão, com apenas metade das calorias, das receitas preparadas normalmente. 

Canjica magrinha 

Ingredientes: 

-500g de canjica; 

-6 xícaras de chá de leite desnatado

-2 colheres de sopa de amido de milho

-2 pedaços de canela em pau

-6 colheres de sopa de adoçante culinário

-5 cravos da Índia; casca de 1/2 laranja ou limão

Modo de preparo: Deixe o milho para canjica de molho em água por 24 horas. Escorra, coloque na panela de pressão e acrescente dois litros de água, a canela, o cravo e a casca de laranja. Deixe cozinhar na pressão por 40 minutos. Deixe sair toda a pressão da panela. Abra e escorra a água, retire os cravos, a canela e a casca da laranja. Reserve. Em uma panela adicione o leite, o amido de milho e o adoçante culinário. Misture bem até dissolver todo o amido de milho. Em seguida, adicione o milho para canjica reservado e cozinhe por 10 minutos mexendo sempre. Antes de desligar o fogo, teste o doce. Se precisar adicione mais um pouco de adoçante e cozinhe por mais 5 minutos. Despeje em uma tigela funda e sirva polvilhada com canela.

Rende 20 porções, cada uma com 100 calorias. Metade das 200 calorias presentes na receita tradicional, segundo Brigitte Olichon.

Curau

Ingredientes: 

-2 latas de milho cozidas no vapor

-1 litro de leite desnatado

-3/4 xícara (chá) de adoçante culinário

- 1 pitada de sal

- Canela em pó a gosto.

Modo de preparo: Escorra o milho. No liquidificador, junte o milho escorrido e o leite. Bata por quatro minutos. Coe o caldo. Leve o caldo a uma panela, adicione o adoçante e o sal. Misture bem e cozinhe por 45 minutos, sem parar de mexer, até que o curau esteja cozido ou com um aroma de milho bem acentuado. Coloque em dez tigelas, polvilhe com canela em pó e sirva quente ou frio.

Cada porção tem 70 calorias, enquanto o prato original possui 170, de acordo com a nutricionista.

Quentão

Ingredientes: 

-3 colheres de sopa de adoçante culinário; 

-Sumo de um limão

-Casca de uma laranja (sem a parte branca para não ficar amargo)

-4 rodelas de gengibre

-4 unidades de cravos da Índia

-2 paus de canela

-1/2 copo de suco de maçã (100ml)

-2 copos de água (500ml)

Modo de preparo: Junte o adoçante, o limão, casca da laranja, o gengibre, a canela e o cravo, em uma panela. Leve ao fogo brando e misture até dissolver o adoçante. Adicione o suco de maçã e a água. Ferva por dez minutos. Sirva bem quente.

A receita rende quatro porções. Cada porção com 25 calorias, já o quentão tradicional tem 120, de acordo com a professora.