Tribuna de Petrópolis

Texto A - A A +

Petrópolis terá Festival Internacional de Corais

10/06/2017
Compartilhar:
Foto divulgação

Conhecida pela tradição do canto coral, Petrópolis terá seu primeiro Festival Internacional de Corais que será realizado já no próximo ano, em 2018, de 17 a 26 de agosto. Durante 10 dias, o público vai apreciar apresentações em diversos espaços do município com mais de 100 corais da cidade, de outros municípios e países. O anúncio foi feito recentemente pelo diretor-presidente do Instituto Municipal de Cultura e Esportes, Leonardo Randolfo, aos representantes do segmento de canto coral da cidade.

“A cultura petropolitana está intrinsecamente ligada a mais essa tradição de Petrópolis que não pode se perder e deve ser exaltada. Temos corais incríveis, com diversos repertórios e de todas as idades, desde as crianças à terceira idade, que levam o nome da cidade país e até mundo afora. Esse é um evento que valoriza o segmento e nossa tradição, tornando Petrópolis ainda mais encantadora e diversificada com tantas manifestações culturais”, disse o prefeito Bernardo Rossi.

Além dos concertos, a programação do Festival vai contar, ainda, com workshops e master classes para promover a troca de conhecimentos e técnicas entre os cantores e regentes. A meta é que o evento se torne referência no segmento e que se expanda a cada edição.

“O canto coral é a atividade mais representativa de Petrópolis. São mais de cinco mil cantores. O festival é um sonho antigo do segmento, que terá programação especial durante todo o ano, valorizando os nossos grupos. Com a realização do Festival vamos reunir em um momento único os nossos corais em um intercâmbio entre os grupos da cidade e também de diversas regiões”, destacou Leonardo Randolfo.

A tradição do canto coral na Cidade Imperial tem seu primeiro registro com a fundação da Sociedade Coral Concórdia, em 1863, pelos colonos alemães. Mais antiga agremiação do país, fundou também o primeiro coro no município para apresentações ao imperador D. Pedro II e que se manteve em atividade até 1936. Petrópolis se destaca, ainda, por possuir o coro de meninos mais antigo do Brasil, os Canarinhos de Petrópolis – ainda em atividade, há 75 anos.