Tribuna de Petrópolis

Texto A - A A +

Presidentes da Câmara e do Senado receberam propina, dizem delatores

Por: Agência Brasil
12/04/2017
Compartilhar:
Nos depoimentos eles detalham o pagamento de R$ 2 milhões a Eunício Oliveira e R$ 1 milhão a Rodrigo Maia. Ambos negam (Fotos: Agência Brasil)
A autorização do ministro Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), para a abertura de 76 inquéritos ligados a delações premiadas de 77 ex-diretores e funcionários da empreiteira Odebrecht atingiu a cúpula do Congresso Nacional. O presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), se tornaram oficialmente investigados.

Cadastre-se gratuitamente ou faça o login utilizando as redes sociais para ler 15 matéria(s) por mês ou faça uma assinatura digital para ter acesso livre à todas as edições da sua Tribuna digital.