Tribuna de Petrópolis

Texto A - A A +

Projeto arrecada fundos para levar deficientes em trilhas da cidade

13/11/2017
Compartilhar:

Os cadeirantes de petrópolis podem contar há cerca de três meses com uma iniciativa de inclusão. A medida é promovida pelo Projeto Trilhas da Serra, que visa proporcionar para pessoas com deficiência física, momentos únicos em trilhas e montanhas da cidade. Mas para que isso seja possível é preciso comprar uma cadeira especial, onde os participantes do projeto conseguem transportar uma pessoa que tenha dificuldades de locomoção, que custa R$ 6 mil. E, para arrecadar o valor do equipamento, representantes do grupo se reuniram pela segunda vez no Calçadão do Cenip para divulgar a iniciativa. 

Na barraca montada de 9h às 16h, os idealizadores do projeto vendem camisas do grupo, bolo, rifas de uma mochila de trilha e também de um moderno fogareiro. Até o momento eles já conseguiram metade do valor da cadeira, e agora lutam para conseguir o restante do dinheiro. Assim que o equipamento for comprado eles abrirão um cadastro, também na praça, para cadeirantes que desejam fazer parte de trilhas e aventuras em montanhas. Dessa forma organizarão os passeios com os interessados. 

O grupo petropolitano se inspirou no Projeto Montanha para Todos, que foi inciado pelo casal Guilherme Simões e Juliana Tozzi, depois que ela descobrir um câncer que prejudicou seriamente seus movimentos. Amantes da natureza e trilhas, Guilherme logo pensou em uma forma de levar a esposa de volta para um dos ambientes mais apreciados pelo casal, que mora em São José dos Campos. 

“A nossa ideia é proporcionar também para os cadeirantes da nossa cidade essa experiência única, e maravilhosa que é estar em contato direto com a natureza. Poder levá-los em trilhas e passeios como esses não tem preço”, disse.

As doações também podem ser feitas no site: vakinha.com.br/vakinha/montanha-para-todos-em-petropolis-rj.