Tribuna de Petrópolis

Texto A - A A +

Sertões 2017: equipe petropolitana vence última etapa entre os Pró-Brasil

28/08/2017
Compartilhar:
Foto: Divulgação

Superação e evolução. Essas são as duas palavras que resumem o desempenho da dupla da Top Rally Team que disputa a Pró-Brasil, durante a 25ª edição do Rally dos Sertões, encerrada no dia 26. Na classificação final, Thiago Rizzo e Leonardo Magalhães ficaram na quinta posição, com um total de 31h38min41seg32 na soma total das provas. Na última etapa da competição, o conjunto da Mitsubishi L200 Triton Sport SR #317 completaram a especial do dia, de 240,45 quilômetros, no melhor tempo da categoria, em 2h57min48seg51.

A última especial da edição histórica dos 25 anos de Rally dos Sertões fechou a competição com chave de ouro. Em meio à paisagem estonteante da região sul do Pantanal, os competidores passaram pelo trecho cronometrado, que seguiu por estradas em fazendas bem sinuosas, trechos com trial e muitas pedras, e voltou a ficar rápido até o fim. “Hoje a especial começou bem travada, com alguns trechos de alta, mas o Thiago manteve o ritmo até o último instante e chegamos bem. O carro se comportou bem tirando o problema do câmbio. Estou feliz pela vitória de hoje”, comemora Léo Magalhães.

A 25ª edição do Rally dos Sertões entra para a história como sendo uma das que mais exigiu conhecimento técnico de seus competidores e resistência dos veículos. Os 3.300 quilômetros de percurso, entre a partida em Goiânia (GO), no dia 19 de agosto, e a chegada, hoje, em Bonito (MS), começaram dando o tom já com uma primeira prova intensa, de cerca de 310 quilômetros, seguido por duas provas da Maratona, e com a longa quinta etapa, de pouco mais de 438 quilômetros. O ineditismo do roteiro, que pela primeira vez passa pelo Mato Grosso do Sul, em terras do Pantanal, também foi um outro fator que equiparou o grau de dificuldade dos pilotos, já que alguns nunca haviam passado por estas regiões competindo. Foram sete dias desgastantes, porém de pura aventura, tanto para os competidores, quanto para as máquinas e para as equipes de apoio, que seguiram todo o percurso em caravana.

“Este ano, Sertões foi bem divertido. Uma primeira especial muito difícil, seguida por uma etapa maratona no qual tive problemas e que me tirou da briga do título. Mas daí pra frente, o carro se comportou bem nos outros cinco dias de prova, ficando sempre entre os 10 primeiros até a final, na categoria. Com poucos erros, e o carro veio evoluindo. E completar é muito bom. Minha expectativa era brigar pelo título, infelizmente não deu, mas ano que vem estou de volta”, promete Thiago Rizzo.

Já em Bonito, a festa do 25º Rally dos Sertões seguiu bonita, com a chegada dos pilotos. A cerimônia de premiação também aconteceu no mesmo local, na Praça da Liberdade, na Rua Coronel Pilad Rebuá, a partir das 21 horas.

Thiago Rizzo e Léo Magalhães são patrocinados por Feirão de Malhas, 3W Distribuidoras de Malhas, Marcobrás Transportes, Speedway Confecções e Posto Mineirão, além do apoio de Dopamina e Knulu.


Resultados extra-oficiais

7ª etapa – Carros Pro-Brasil:

1° #317 Thiago Rizzo / Léo Magalhaes - 2h57m48s51

2° #356 Lucas Teixeira / Armando Miranda - 2h59m44s55

3° #311 Glauber Fontoura / Minae Miyauti - 3h01m49s96

4° #335 Cleber Rosa / Joao Ribeiro - 3h04m07s68

5° #351 Flavio Lunardi / Fred da Silva - 3h10m51s15

NC #342 Wagner Roncon / Joselito Junior


Classificação após sete etapas– Carros Pro-Brasil:

1° #311 Glauber Fontoura / Minae Miyauti - 24h49m10s89

2° #351 Flavio Lunardi / Fred da Silva - 26h35m29s55

3° #335 Cleber Rosa / Joao Ribeiro - 30h03m00s52

4° #317 Thiago Rizzo / Leo Magalhaes - 31h38m41s32

5° #342 Wagner Roncon / Joselito Junior - 32h16m54s65

6° #356 Lucas Teixeira / Armando Miranda - 35h12m54s31

Percurso total do Rally dos Sertões – 3.300,06 km

Especiais (trechos cronometrados) – 1.999,52 km (60,59 %)